Galatéia

Me disse para escrever, pintar, cantar...Me transformar em uma Frida Kahlo,
Triste, porém, espetacular.
Me disse que minha voz soava melancólica,
Que meu sorriso era frouxo
Que meu humor era tênue
Ruim
Olhou ao meu redor e me chamou de pessimista
Ele enxergou tudo
Ele tateia tudo

Ele é cego de um olho
Ele não vê o óbvio
Ele alimenta um lobo

Que apenas a mim consome
Na escuridão do quarto
Nas esquinas agitadas onde meu corpo é isolado e frio

Ele me rodeou
Me prendeu num círculo vicioso
Onde criei minha paranoia

Ele não passa de um nada
Ele é uma cortina de fumaça
Ele...
Eros
Minha Galatéia sem vida





Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas